Shawn Mendes e Camila Cabello representam a indústria musical. Señorita apenas comprova isso

0
23

Señorita não é, de forma alguma, uma continuação da primeira colaboração entre Shawn Mendes e Camila Cabello. Mas de certa forma, funciona como uma sequência interessante para notar o amadurecimento de dois dos maiores nomes da indústria musical contemporânea. Quando lançada em 2015, I Know What You Did Last Summer não foi abraçada por todos, afinal Camila supostamente deveria focar em uma girlband que não a deixava ter liberdade artística – seja por parte da gravadora ou do próprio grupo. Enquanto isso, Shawn ainda era visto como um menino bonito, e em algumas vezes, era apenas isso.

Atualmente os dois dividiram a categoria de Melhor Álbum Vocal de Pop no Grammys 2019. Mas esta não é a melhor parte. O protagonismo está no amadurecimento dos dois artistas. Ambos, além de terem um grande talento nos vocais, trabalham duro por trás das câmeras para escrever seus álbuns, produzir suas músicas e até mesmo escrever alguns roteiros de clipes (né, Camila?).

O que os dois têm em comum além da amizade é o fato de poderem ser reconhecidos por seu trabalho. Señorita é vista desta forma – além de todo o surto coletivo pelo fato de Shawn e Camila estarem tão íntimos no clipe. Mas com as brincadeiras e memes à parte, há uma compreensão do amadurecimento, e quando isso vem por parte dos fãs, é possível afirmar que os artistas estão fazendo um bom trabalho.

Na questão mais óbvia, que envolve Señorita como uma simples música feita para atingir o topo das paradas, mostra a inteligência da colaboração (mais uma vez). Grandes nomes, juntos, são mais fortes, principalmente quando os dois trabalharam para chegar até a primeira posição do iTunes.

Quando canta sobre o amor, Camila estabelece uma persona forte, apaixonada e provocante. Algo já visto em Havana – junto de seu outro lado, mais calmo e amoroso. Señorita mostra isso, mais uma vez levado ao visual por Dave Meyers. Camila usa as influências latinas para dar vida à esta persona viciada em uma relação com Shawn, dessa vez transformadas em ritmo por Benny Blanco e Cashmere Cat – neste ponto, Meyers soube realizar um fanservice certeiro com visuais tão provocantes quanto a canção.

Com Señorita fica óbvia a relevância do trabalho de Shawn Mendes e Camila Cabello. Para aqueles que ainda insistem em desprezá-los por sua pouca idade ou experiência, deveriam parar de ovacionar um passado – não tão bonito assim – e reconhecer que os tempos mudaram. Os jovens talentos representam uma era bela da indústria musical: colaborativa e focada no trabalho duro.