Talento e trabalho duro, tal como Camila Cabello e Mark Ronson juntos em Find U Again

0
52

Mark Ronson encontrou nos estágios de um coração partido inspiração para criar seu novo álbum, Late Night Feelings, que será lançado em 21 de junho. Por outro lado, Camila Cabello é a artista que nunca mais será a mesma, justamente por um amor. Seu repertório repleto de canções abstratas sobre sentimentos fervorosos e indescritíveis sempre são acompanhados de aesthetics e cenas de filmes que ilustram tudo o que ela sente. Camila é uma romântica incurável, e agora, com o coração partido ao lado de Ronson.

Em um texto em seu instagram, Ronson diz que pensou em Camila para cantar Find U Again após ouvir Never Be The Same em uma rádio. Justamente o poder de extrair emoções e canalizá-las em seus únicos vocais foi o que criou Find U Again. Camila escreveu a canção inteira antes de chegar ao estúdio para gravá-la. A verdade é que o Late Night Feelings poderia ser inteiro entoado por Camila, por este poder de transmissão de sentimentos através da voz.

Para quem prometeu não chorar no clube, participar de um álbum cujo conceito é corações quebrados embalados no dance mais elaborado do final dos anos 70, Camila vive uma ironia em Find U Again. Enquanto isso, Ronson consolida este espaço melodramático que construiu para seu álbum, com a música, dentre as já lançadas, que melhor o representa.

O amor está presente em tudo o que Camila faz, pois ela ama criar suas canções – algo conquistado após um ato de coragem em uma indústria, na época, manufaturada. Camila é uma obra de arte, um mashup dos filmes, séries, livros e músicas (muitas dessas inspirações já publicadas em seu instagram) que admira. Ronson, em seu TED Talk, indica que estamos na era das samples, e define a música da atualidade como “tudo o que você gosta, transformado em seu” – algo muito exemplificado em Uptown Funk, estrondoso sucesso feito a partir de pedacinhos que inspiraram o produtor, presentes em outras canções.

Quando lançado, o primeiro disco de Camila foi acusado de plágio em algumas canções, pela utilização de samples ou similaridades com outras canções. O que é necessário de ser compreendido é nada é original – se fosse, não teria graça. Camila, Ronson, todos os artistas, todas as pessoas, são misturas de seu repertório, daquilo que consomem, do que gostam e do que não gostam. Alguns são espertos para compreender isto, e começar a se inspirar o quanto antes.

Talvez seja os embalos de sábado à noite falando, ou os late night feelings presente em minha admiração por estes dois artistas, mas há uma certa satisfação em ouvir Mark Ronson com Camila Cabello. A indústria está repleta de talentos, e é fascinante vê-los juntos. O que Ronson e Camila fizeram pode ser uma ótima canção para você aceitar um amor perdido e se sentir representado nesta melancolia. Mas o que eles representam é a contemporaneidade da indústria musical, composta por artistas que unem o talento com trabalho duro.