Um Chá com Melim: As ‘boas energias’ criadas em família

0
16

O trabalho em família de Diogo, Rodrigo e Gabriela Melim foi reconhecido no Superstar, em 2016, e resulta em boas energias. O grupo composto pelos três irmãos foi criado por acaso, mas seu sucesso aconteceu a partir de muito trabalho por trás das composições autorais e clipes carismáticos.

O efeito tem como consequência um álbum, uma turnê de divulgação, uma colaboração com a Sandy e mais sonhos a serem conquistados. Confira a entrevista com o grupo, que comentou sua trajetória até então:

Melim surgiu na internet, com fãs virtuais. Como é, agora, que vocês conseguem encontrá-los pessoalmente na turnê?
Rodrigo: É demais. O carinho que recebemos de cada um deles, o retorno que nos dão é muito legal. Trabalhamos muito para chegar até aqui e poder levar nossa música para os fãs é a realização de um sonho. Tem sido maravilhoso ver a galera cantando nossas músicas nos shows.

Como funciona o processo de composição entre família? Isso facilita ou dificulta a criação?
Gabi: Facilita. Buscamos inspiração nos artistas que mais gostamos, que são influências para nós. Temos muitas coisas em comum e a gente respeita demais a opinião um do outro.

Em algumas entrevistas vocês classificam sua essência como “good vibes”. Quais são as influências que compõem seu estilo?
Gabi: A gente tenta colocar no som da Melim boas energias, bons sentimentos para que o público se sinta bem escutando nossa música. A gente é bem eclético, ouve de tudo, mas na nossa playlist nunca falta Djavan, Natiruts, Ed Sheeran, Shaw Mendes, Corinne Bailey Era, Joss Stone, Colbie Caillat. Eles são algumas das nossas influências.

Em algumas histórias, vocês contam que Melim “simplesmente aconteceu”. Isso continua acontecendo com os projetos da banda, ou agora vocês conseguem executar ideias, como sonhos, já pensados, que sempre desejaram?
Diogo: Tem sido demais estar em tantas cidades, em tantos palcos pelo Brasil. Estamos mais focados agora, organizando nossa turnê, novos projetos. Estamos no caminho.

Como foi fazer a parceria com a Sandy, em ‘Eu Pra Você’?
Diogo: A gente adora fazer parcerias e topamos de primeira quando rolou o convite. Chega a ser até um motivo de orgulho receber um convite de alguém como a Sandy. Ela é uma artista que admiramos muito. O convite veio de maneira natural, assim como foi a gravação. Adoramos fazer essa parceria, aprendemos demais com ela.

Para finalizar, qual seria um objetivo do grupo que vocês já conseguiram conquistar e um que ainda buscam alcançar?
Rodrigo: É lindo ver a repercussão das nossas músicas. Ver a galera cantando nossas músicas, assistindo nossos clipes. Isso é mágico, sem dúvida a realização de um sonho. Temos muitos outros sonhos, parcerias pra fazer, muita música para produzir.