Camila Cabello encontra sua própria harmonia em seu talento e a apresenta no Z Festival

1
60
Foto: Fabiano Guma / BelPress

No Z Festival 2018, em Curitiba, Camila Cabello admite que vive um sonho, e pede para que não a acordem. Sua primeira passagem pelo Brasil desde o início de sua carreira solo é marcada por rostos de fãs leais, que agora entoam palavras que, além de serem cantadas, também foram escritas pela cantora. Para alguém que passou anos em turnês performando canções que não a representavam, é admirável ver que Camila encontrou a si mesma, e agora apresenta o seu verdadeiro eu para o mundo na Never Be The Same World Tour.

Sua essência está presente nos detalhes que uma primeira turnê mundial pode oferecer. Os figurinos mostram uma identidade que é acompanhada de perto pelos gestos e interpretações das músicas mais profundas, como Never Be The Same. As coreografias mais complexas de Sangria Wine, She Loves Control e Crown comprovam que Camila pode controlar sua carreira e apresentar excelência no rótulo de popstar, enquanto a delicadeza de Consequences tocada em um teclado expõe seu talento genuíno através de sua vulnerabilidade.

Os vocais de Camila parecem absorver a liberdade de suas canções autorais por estarem em sua melhor forma, e mais perfeitamente arriscados ao vivo. Em Something’s Gotta Give, ela resolve usar sua voz para um posicionamento que vai além de político, e parte para uma disposição humanitária. A canção se transformou na disputa entre o medo e o amor para controlar decisões. Com imagens de protestos pela luta por direitos no telão, Camila associa esse novo significado da música aos transtornos dos Estados Unidos quanto a violência das armas de fogo e, a um assunto que interfere em sua família diretamente, imigração.

Foto: Fabiano Guma / BelPress

O carinho existente entre Camila e seus fãs – que, de acordo com ela, são muito fofos e os melhores fãs do mundo – é encantador. A cantora adaptou o roteiro de interações de sua turnê para os brasileiros, que acabaram por ouvir muitos “eu te amo” em vários momentos. A meia brasileira faz questão de estar próxima, e ser real. A gratidão por assistir a um show de sua artista favorita é grande, mas talvez não seja maior que o reconhecimento que Camila dá aos seus fãs.

Foto: Fabiano Guma / BelPress

Real Friends ilustra um cenário de transição de amizades que definitivamente não faz mais parte da vida de Camila. Com alguns fãs no palco, e mais tantos outros na plateia, ao som das divertidas versões brasileiras de “amigo verdadeiro“, ou o remix, “eu quero brigadeiro“, a cantora está cercada de apoio e admiração tão reais quanto seus novos amigos. “Seja bondoso e paciente com você, trate a si próprio como você trataria seu melhor amigo” foi a mensagem que ficou como resultado dessa amizade, logo após a esperada Scar Tissue, que relembra que os momentos ruins não duram para sempre.

Os holofotes da pressão da indústria musical não conseguem apagar o talento que começa nas composições e termina na última canção do show, Havana. Mesmo com a maior produção da apresentação, Camila permanece real. Uma compositora que é melhor amiga dos fãs, e que também consegue ser uma popstar nos palcos. Uma artista que utilizou de sua liberdade na carreira solo para desenvolver seu crescimento artístico. Uma cantora que foi acusada de querer roubar o palco, quando queria criar sua própria arte.

Camila Cabello encontra sua própria harmonia em seu talento genuíno, e dá ao Brasil a oportunidade de conhecê-lo através do Z Festival. Neste caso, os holofotes simbolizam reconhecimento. Afinal quando há trabalho, o palco não é o vilão, e a atenção vira uma oportunidade única de apresentar seu talento para o mundo. Camila faz isso na NBTS World Tour. E a melhor parte é que ela nunca mais será a mesma.

  • Liv Cabello

    Amei a crítica. O bom de Camila, é que ela sempre procura estar perto dos fãs, isso é bom, pois assim os fãs se sentem confortáveis e gratos em saber que uma pessoa tão boa assim como a Camila, os ama! Simplesmente amo sua composição, que é algo muito forte que é mostrado dela.