Harry Styles apresenta um contagiante abstrato que intriga e diverte através do clipe de “Kiwi”

0
88

Apresentando uma sonoridade única que é a mistura de vários ritmos clássicos e atuais, o portador do melhor debut album de 2017 está em uma aparente missão de provocar a curiosidade em todos aqueles que acompanham seu novo trabalho. Harry Styles possui uma identidade artística que vai além de sua música, e cativa seus ouvintes de maneiras diferentes e singulares. Com letras extremamente pessoais que contam histórias que o público nunca soube, fica como responsabilidade de cada um interpretar da melhor maneira, adicionando as palavras do cantor à sua própria vida ou então imaginando o significado que possuem nas memórias de Harry.

Leia também: Uma mistura de referências sonoras e composições intimistas transformam “Harry Styles” em uma obra prima do Blues/Rock

Essa ideia de interpretação individual está sendo passada nos clipes de sua carreira solo, sendo “Kiwi” o melhor dos exemplos. A canção já intriga pelo título, que não possui nenhuma relação clara com a letra. Seguindo esse exemplo, o enredo do vídeo oficial também não é formado ao redor do nome da faixa, e muito menos de sua composição. Porém, apesar de não fazer sentido, o clipe possui a mesma energia contagiante da canção. O abstrato de um vídeo com crianças, filhotes de cachorro e uma guerra de comida alegra e intriga ao mesmo tempo. Esse nonsense presente no mistério por trás da ideia aparentemente aleatória é extremamente divertido e faz com que o telespectador não entenda o que está acontecendo, e nem queira entender, mas apenas sentir a energia da faixa.

A comicidade é sem dúvidas o melhor fator do vídeo. Os diretores criaram uma guerra de comida com elementos sátiros de cenas de guerras reais, como os momentos em câmera lenta, imagens de um “soldado ferido” e até mesmo o reforço de um exército de filhotes de cachorros organizado por um Harry Styles preparado para a batalha. O efeito de “Kiwi” no clipe oficial é insano, e não poderia ser substituído por qualquer outra canção. Só é possível notar que é impossível distinguir o que acabou de acontecer no fim do vídeo, em uma típica foto da classe que acabou de participar de uma guerra.

O abstrato de Harry Styles é intrigante e impossível de adivinhar seu significado, ou ao menos de chegar perto. Ao mesmo tempo que uma história real do passado do cantor pode estar sendo cantada, a letra tem a opção de carregar algo completamente sem sentido que irá enlouquecer qualquer um que ouvir – o que é provavelmente a resposta mais sensata. A parte interessante é que a falta do significado não é sentida, mas sim apreciada. O talento vocal de Harry Styles acompanhado com uma produção impecável de Jeff Bhasker, Tyler Johnson e Alex Salibian em um clipe com comida, crianças e cachorros é mais do que o suficiente.