Demi Lovato constrói uma nova essência musical e coloca sua carreira nos trilhos com “Sorry Not Sorry”

1
96

Após algumas falhas de planejamento ao dizer que daria uma pausa em sua carreira, sendo que a decisão foi cancelada pouco tempo depois, e então lançando duas músicas que mais pareceram parcerias aleatórias e nada bem feitas, Demi Lovato finalmente conseguiu colocar sua carreira nos trilhos. O que antes estava sendo feito por impulso se tornou algo planejado da melhor maneira possível, e a curiosidade é que, talvez, se a cantora não houvesse passado pela bagunça artística que passou, não teria chegado à composição do primeiro single de seu sexto disco.

Leia também: Discurso pessoal sobre saúde mental de James McVey promove a necessária honestidade por parte dos artistas

O início de um novo álbum é sempre representado por um primeiro single que deve levar toda a essência do trabalho inédito, ainda a ser lançado, do artista. A questão é que ele pode colocar expectativas muito altas ou então muito baixas para um CD que pode não ser o retrato fiel daquele single. Com “Sorry Not Sorry“, Demi apostou em algo neutro que não se aplica ao exemplo anterior. A música é basicamente uma resposta àqueles que estão preocupados demais em criticar sua carreira no momento. Talvez a escolha não tenha sido tão ideal assim, afinal o próximo disco de Demi promete ser o melhor até então pelo fato da cantora ter, aparentemente e finalmente, encontrado sua essência. Portanto, esse “Sorry Not Sorry” poderia servir como um single que diz “eu avisei”, mas quando a melhor fase já estiver acontecendo, ou seja, quando o álbum já estiver disponível. Por outro lado, a canção consegue ser tão cativante que apenas com ela é possível usar a frase do título para comprovar a melhor fase da artista.

O fato de Demi esperar um ano para lançar um trabalho novo após seu último álbum, “Confident“, mostra que ela realmente estava procurando se reinventar. Produzida pelos produtores de “I Have Questions” (Camila Cabello) e “Scars To Your Beautiful” (Alessia Cara), “Sorry Not Sorry” possui uma perfeita mistura de R&B com pop, sem contar a adição de uma sonoridade gospel que dá à música algo especial do começo ao fim. Se fossemos desmontar a canção para analisar de perto o que pode estar nas próximas músicas, principalmente naquelas que não serão singles, é claramente percebível a mesma essência do R&B mas, arrisco dizer, com momentos um pouco mais acústicos.

Co-escrita por Demi, “Sorry Not Sorry” possui uma letra autêntica e verdadeira que só pode ser cantada por alguém que realmente quer dizer aquilo para o mundo. Em outras palavras, essa deve mesmo ser a melhor fase da cantora ou então seria impossível fingir uma mensagem tão forte. Me recuso a dizer que foi feita para os haters, pois significaria para todos aqueles que não gostam dos trabalhos antigos da artista. Porém, qualquer pessoa com um pouco de inteligência sabe que é possível ter opiniões formadas a partir da análise dos materiais anteriores, ou seja, é possível não gostar de nada do que um artista faz pelo simples fato desse trabalho não ser de qualidade. Analisar e não gostar não me torna um hater, mas sim um crítico. Pode-se dizer então que a música foi criada para todos aqueles que possuem a ignorância de nem ao menos analisar a música de Demi antes de julgá-la – o que é absurdamente errado, pois sem a análise você não tem direito algum de opinar.

Os vocais da cantora nunca estiveram tão alinhados. Sempre foi difícil explicar que não é porque o artista possui um talento enorme na extensão vocal que ele precisa colocar isso em todos os momentos da canção. As antigas high notes desnecessárias e fora de hora presentes em algumas canções do “Confident” desapareceram e foram substituídas por apenas uma muito bem executada e encaixada no ritmo. Nos versos, Demi canta no tom certo para sua voz, sem malabarismos tentando deixar sua voz suave ou exagerada demais.

“Sorry Not Sorry” é uma canção original e verdadeira que celebra a felicidade. Acredito que seu ritmo represente o próximo álbum, mas por outro lado, espero que sua letra não faça o mesmo. Demi Lovato é uma ótima artista e está mais do que pronta para conseguir inspirações de lugares que realmente valham um lugar no disco – que não precisa de forma alguma ser apenas sobre as pessoas que duvidaram dela. Mas se representada da maneira certa, essa mensagem irônica pode e deve ser passada, afinal representa uma bela realização pessoal que, para um artista, muitas vezes é difícil de alcançar. 

  • monalisa

    Amei o texto! Muito bom! Abordou um ponto de vista crítico sobre a carreira da Demi que poucos falam e eu, como fã, não tenho como não concordar! E acho que Demi finalmente se encontrou depois de muito tempo, e arrisco a dizer que isso não acontece desde a era DEMI. Tô bem orgulhosa da Demetria! ?