“Agência de Investigações Holísticas Dirk Gently” é a mais incrível história sobre viagens no tempo, fantasmas e mulas

0
103

Na verdade, não é apenas sobre isso. Viagens no tempo, fantasmas e mulas são apenas uma parte da história completa presente em “Agência de investigações holísticas Dirk Gently“, escrita por Douglas Adams. O livro que tem um título um tanto quanto longo e confuso leva uma sinopse mais confusa ainda consigo. Confusa porém maravilhosamente atraente, que me fez querer abrir e começar a ler a obra na mesma hora.

Douglas Adams, também autor da série “O Mochileiro das Galáxias“, é famoso por sua escrita um tanto quanto difícil de ser entendida, além das reviravoltas que costuma colocar em seus livros. É definitivamente o caso de “Agência de investigações holísticas Dirk Gently”. O que alguns julgam caótico, eu interpreto como um modo fascinante de se escrever um livro.

Leia também: Um chá com Carina Rissi: A autora falou sobre o filme de “Perdida”, lançamento de “Prometida” e reagiu à playlist do site!

A obra possui apenas um narrador, que observa ao menos cinco personagens principais. O foco da história muda a cada capítulo, o que deixa o leitor com uma curiosidade imensa para saber como um Monge Eletrônico, um portal, uma mula, um detetive, um professor, um fantasma, um engenheiro de computação e sua namorada fazem parte do mesmo enredo. Porém, existe um ponto onde tudo começa a se encaixar, mesmo sem fazer completo sentido, e é nesse momento onde o leitor passa de confuso à parte da agência de investigações ao formular hipóteses de conexões entre as pequenas tramas.

Os tantos núcleos diferentes, assim como o grande número de personagens, foi algo arriscado que Douglas Adams conseguiu fazer funcionar perfeitamente. O autor possui um domínio certeiro para cada relação entre as diversas narrativas. Não é um livro difícil de ser lido, ele apenas não contém todas as informações necessárias para uma história comum logo de início. É necessário ler com atenção, como se realmente estivesse desvendando o mistério por trás das páginas e escutando cada parte da história. Confesso que, ao ler o final, não entendi como tudo foi resolvido. Precisei voltar para as primeiras páginas, e ao reler uma informação que passou despercebida no primeiro momento, consegui compreender não só o final, mas que tudo realmente estava conectado.

“Agência de investigações holísticas Dirk Gently” é um livro como nenhum outro. Para os leitores que não gostam de mais de um narrador, ou de núcleos diferentes, provavelmente irão achar muito confuso e desnecessário, porém não há outro modo da história ser contada, afinal não é uma obra sobre a história em si mas sim sobre como foi escrita. É difícil de resumi-lo ou dizer do que se trata em uma resenha, porque você só irá descobrir isso quando chegar ao fim. O modo cômico e divertido que Adams criou para desenrolar o mistério prende qualquer um que presta atenção nos detalhes, além de despertar a curiosidade para as próximas informações que podem ser reveladas. Resumindo, não é um livro convencional, e é exatamente por isso que deve ser lido.