‘Doutor Estranho’ reforça a identidade da Marvel e leva às telas o início de uma grande franquia de sucesso

0
102

Após “Capitão América: Guerra Civil“, o último filme da Marvel lançado nos cinemas em Abril desse ano, “Doctor Strange” segue como segunda aposta do estúdio – que fez questão de ressaltar isso em sua famosa introdução, vista pela primeira vez no cinema, adicionando o “Studios” ao lado do “Marvel” e se separando de vez da Marvel Entretenimento – para a terceira fase de lançamentos cinematográficos. Aos que estão acostumados com Homem de Ferro, Capitão América e Thor nas telonas do cinema, saibam que Doutor Estranho não é algo completamente diferente, mas por outro lado, é algo absolutamente mais bonito e bem feito.

Acredito que o ponto principal do filme seja a criação incrível de efeitos especiais, sou a pessoa mais suspeita para falar pelo fato de admirar tudo o que a Marvel faz – mesmo quando não fica tão bom assim, não é mesmo “Age of Ultron“?! -, porém todos devem aplaudir as ilusões feitas no filme que ficaram impecáveis enquanto encaixadas na trama, que por si só já é uma ilusão de ótica maravilhosa que nos deixa com vontade de permanecer naquele universo por mais algum tempo. Por mais que seja um filme de fantasia, o enredo, que começa de uma forma bem acelerada e vai se acalmando com o desenrolar da história, é adaptado para a realidade de uma forma que só algum herói da Marvel consegue fazer.

Não sou uma completa fã de histórias em quadrinhos de Doutor Estranho, apenas li algumas em que ele aparece, como em “Jovens Vingadores” por exemplo, mas acredito que esse não precisa ser o caso para quem vai ao cinema assistir a um filme de super herói, afinal é uma adaptação que precisa ser modificada em alguns aspectos para atrair a audiência que não é feita apenas de fãs das graphic novels. No caso, um famoso personagem da história é o “Ancient One“, um senhor asiático que guia Strange por seus ensinamentos, e que no filme foi substituído por Kevin Feige, ou “A Ansiã“, uma mulher britânica. Obviamente que o caso de representatividade deve ser discutido e defendido, porém o roteirista do filme, C. Robert Cargill, explicou em uma entrevista o porquê da mudança, afirmando que o personagem dos quadrinhos foi criado com um certo preconceito, e que se transmitissem isso nos cinemas, poderia criar questões políticas com países asiáticos – principalmente a China, um dos maiores consumidores de áudio visual. Portanto, a produção optou por escalar Feige para o papel, e que aliás se saiu muito bem.

Resultado de imagem para the ancient one

Aproveito essa deixa para comentar que apesar do foco ter sido os efeitos especiais, Benedict Cumberbatch com certeza roubou a cena para ele. O ator claramente criou o personagem com liberdade, e pode parecer cedo para falar, mas arrisco dizer que, assim como para cada Tony Stark tem um Robert Downey Jr., para cada Dr. Stephen Strange tem um Benedict Cumberbatch. O ator conseguiu mostrar a mudança de personalidade do personagem com muita clareza, sem ficar algo confuso ou embaralhado no roteiro – algo que favoreceu muito o personagem, que de longe já é possível identificar como uma obra da Marvel. As piadas características do estúdio estavam presentes, mas com menos intensidade como de costume. A Marvel conseguiu criar algo mais “sombrio”, com um enredo diferenciado, porém sem perder sua essência.

Resultado de imagem para doutor estranho filme

Spoilers – Cenas pós créditos

As famosas cenas pós créditos apareceram, em uma delas, um futuro para a franquia de “Doctor Strange” foi colocado para debate, com um dos personagens do filme já estando em uma continuação. Além disso, foi possível levantar uma pequena questão em outra cena, onde Chris Hemsworth aparece com Doctor Strange em algo simples e com muito humor para divulgar “Thor Ragnarok“, que será lançado ano que vem. Ao questionar sobre a presença de Thor e Loki na Terra, Doctor Strange oferece ajuda ao herói para completar sua “missão”. Vale a pena lembrar que há algum tempo, Hemsworth foi visto no set de filmagens do terceiro filme de Thor segurando um cartão com o endereço de Stephen Strange. Depois de tantas dicas, aposto que veremos o novo herói novamente ano que vem.

Resultado de imagem para thor ragnarok doctor strange

Fim dos spoilers

Sendo uma trama bem arrumada, com efeitos maravilhosos e provavelmente nunca vistos anteriormente, o filme promete virar uma das grandes franquias da terceira fase da Marvel. Não gosto de comparações, mas se alguém pode substituir, ou pelo menos competir, com alguns dos grandes sucessos cinematográficos do estúdio, “Doctor Strange” é com certeza o principal nome até então, mas sem precipitações, não podemos esquecer que “Capitã Marvel” e “Pantera Negra” virão por aí e com certeza deixarão a competição de heróis entre a a própria marca. Aos concorrentes da Marvel Studios, desejo apenas sorte, para tentar ao menos ser um competidor.